Rui Veloso

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 23:30

O cantor, compositor e guitarrista Rui Veloso é a mais recente surpresa para a 6.ª edição do Belém Art Fest, que decorre nos próximos dias 15 e 16 de setembro nos mais emblemáticos espaços de Belém. O grande nome da música portuguesa vai atuar sábado, dia 16, no magnífico Claustro do Mosteiro dos Jerónimos, num concerto que promete fundir-se na perfeição com este espaço histórico.

Rui Veloso dispensa apresentações, dono de temas de sucesso que atravessam gerações, como “Chico Fininho”, “Não há estrelas no céu”, “A paixão (segundo Nicolau da viola)”, “Jura”, “Porto Covo” e “Nunca me esqueci de ti”, o músico leva ao Belém Art Fest um espetáculo que passará em revista estes e muitos outros temas que marcam a sua carreira de sucesso que já conta com mais de três décadas.

O músico que elevou a qualidade da música em Portugal cruzou o palco com alguns dos mais galardoados nomes da música internacional, B.B.King, Gilberto Gil, Lenine, no projeto Rio Grande (com Tim, Vitorino, João Gil e Jorge Palma), entre muitos outros.

Dead Combo

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 23h

Os DEAD COMBO são Tó Trips e Pedro Gonçalves. A dupla nasceu em 2003 na sequência de um convite do radialista Henrique Amaro (Antena 3) para comporem e gravarem a canção “Paredes Ambience”, incluída no disco de homenagem a Carlos Paredes “Movimentos Perpétuos – Música para Carlos Paredes”.

Os oito álbuns da banda editados até ao momento, cinco dos quais de originais, têm sido largamente elogiados em Portugal e no estrangeiro, recebendo vários prémios para “Álbum do Ano”. Lusitânia Playboys (2008), o terceiro disco de estúdio, foi eleito “Álbum da Década” pelo jornal Expresso.

A dupla participou no episódio sobre Lisboa do programa televisivo “No Reservations” de Anthony Bourdain, o que lhes valeu a entrada no top 10 dos discos de world music mais vendidos no iTunes norte-americano.

Em Dezembro de 2014, coroando um ano com mais de 40 concertos realizados, esgotaram com espetáculos mágicos o Coliseu dos Recreios em Lisboa e o Teatro Rivoli no Porto.

Também no final de 2014, ficou a saber-se que “A Bunch of Meninos” foi considerado pelos leitores do Blitz Como o melhor álbum português de 2014.

O ano de 2015 começou com a chegada da música dos DEAD COMBO a Hollywood, através da inclusão de 2 músicas suas no filme “FOCUS”, realizado pela dupla  Glenn Ficarra e John Requa e protagonizado pela super-estrela norte-americana Will Smith.

Ao vencerem o Globo de Ouro 2015 para melhor banda, os DEAD COMBO viram confirmar-se, a trajetória extraordinária que têm vindo a desenhar, com a consolidação da sua carreira internacional e a sua afirmação como uma das mais interessantes e importantes bandas do novo panorama musical português.

No plano internacional mais recente (em 2017), fizeram uma tour de teatros em Espanha no mês de Fevereiro, vários concertos em Cabo Verde integrados na visita da comitiva da Presidência da República Portuguesa, a participação no Cappadox Festival na Turquia em Maio e um concerto em Junho no importante festival SUMMER STAGE, realizado no Central Park em Nova Iorque.

Meadows

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 21h30

Featured on the Netflix show „13 Reasons Why“ this guy and his music is currently being brought into millions of living rooms all around the world. And he gets back not alone thousands of Shazams per day but also very warm and enthusiastic feedback from new fans in the US, Canada, Brazil, Australia, the UK and many more. Let me introduce to you: Meadows. The Only Boy Awake.

Imagine Glen Hansard would wake up as The Tallest Man On Earth. Born and raised in the small town Söderköping on the east coast of Sweden, he travelled around the world for the last couple of years, collecting impressions, experiences and songs which turned him into one of the most interesting and nicest guys you can possibly think of.

In the end of 2016 Meadows released his debut EP “The Only Boy Awake” on What We Call Records which is the new label by Matthias Kranz and Henning Sommer (Wilhelm Tell Me). They met him at SPOT Festival 2015 in Aarhus, Denmark and fell in love with his music instantly. Since Meadows became a good friend of theirs and he was looking for a way to release his songs in Germany, they signed him as their first act not thinking twice and started working. Now „The Only Boy Awake“ is ready to hit the stores world wide. Enjoy Meadows. We already do!

Octa Push

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 23h

Octa Push é um projeto que funde música lusófona com ligações aos PALOP, com eletrónica, formado por dois irmãos (Leo e Bruno) de Carcavelos/Lisboa. Já pisaram palcos como Sonar Festival, Fabric, Glade Festival, Amsterdam Dance Event, NOS Alive, SBSR, MED, RiR, CCB, Casa da Música, Lux, entre outros. A nível editorial, destacam-se lançamentos de temas originais em editoras como Soul Jazz Records, Soundway Records, Iberian Records, Enchufada e o apoio de nomes como SBTRKT, Thom Yorke (Radiohead) ou Gilles Peterson (BBC).

Depois de em 2013 terem editado “Oito”- considerado um dos melhores álbuns de 2013 (Blitz, Sapo, Punch, Vodafone FM) – os irmãos Octa Push acabam de lançar “Língua”. Um disco quase inteiramente em português e uma homenagem à música lusófona que tem sido feita nos últimos 40 anos. “Língua” é comunicar, reivindicar, gritar! Conta com convidados como Tó Trips (Dead Combo), Batida, Cachupa Psicadélica, Cátia Sá (ex-Guta Naki), Maria João Grancha, Ary (Blasted Mechanism), João Gomes (Orelha Negra) , Braima Galissa, Alex (Terrakota), AF Diaphra, Gospel Collective, entre outros.

Joana Alegre

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 21h

Da busca pelo Reggae, Folk e World Music com Katharsis, à formação Jazz e participação em The Pulse, como letrista e vocalista no álbum homónimo e single No Match, chegando ao coro Gospel Collective, e mais recentemente abraçando a Pop no sucesso E Agora? com Mikkel Solnado, Joana Alegre, compositora, intérprete e letrista premiada*, incorpora toda esta senda nas canções dadas a conhecer em “Joan&The White Harts”, o seu primeiro álbum a solo.

Joan&The White Harts, álbum conceptual ou conto cantado tema a tema, numa história de, e para todos, vai da estética folk/pop ao indie/soul e reveste-se do poder da canção livre, de cantautor, cuja impressão digital se firma entre o lirismo acústico naïve e a irreverência indie/soul.

Distribuído online pelo grupo Universal Music, produzido por Mikkel Solnado, com direcção musical de Joana Alegre e Bernardo Fesch, o álbum conta com as participações de MimiCat, Mikkel Solnado, Daniel Lima (HMB), Gospel Collective, Jota Erre, Maurício Caruso, Jessê Santo.​

Surma

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 23h00

Débora Umbelino é original de Leiria mas o que nos traz vem de locais bem mais exóticos. SURMA, é o seu projecto one-woman-band, onde domina teclas, samplers, cordas, vozes e loop stations em sonoridades que fogem do jazz para o post-rock, da electrónica para o noise e nos levam para paragens mais ou menos incertas, com paisagens desconhecidas e muito prazer na viagem.
O primeiro single/video de apresentação “Maasai” é produzido por Emanuel Botelho (Ex-Sensible Soccers) e misturado e masterizado por Paulo Mouta Pereira. O Video, de Eduardo Brito, foi filmado na cidade fantasma de Doel.
Ao longo dos último ano Surma foi actuando de norte a sul do país, passando por festivais como o Super Bock Super Rock, Milhões de Festa ou Lisb On e levou o seu concerto a países como Espanha, França, Suécia, Reino Unido e Alemanha.
Está prestes a finalizar a gravação do primeiro disco, “Antwerpen”, que não terá nenhum dos temas que habitualmente tem tocado ao vivo.
“Hemma”, o primeiro single do disco de estreia, acabou de ser apresentado.

Maura

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 22h

Com apenas 16 anos, quando se preparava para trilhar uma carreira na área da moda durante um festival internacional, Maura acabou por arrebatar o prémio na categoria de Melhor Talento com uma interpretação de fado, perante um júri composto por representantes de sessenta países.

Desde então, acumula a experiência que só as casas de fado conseguem proporcionar, e tem marcado presença em importantes eventos, como o Festival de Fado de Marrocos, o Festival NOS Alive, sendo considerada a revelação da edição de 2016 do Festival Caixa Alfama.

Apesar de muito jovem, Maura transmite uma força e magnetismo que não passam despercebidos.

Terraza

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 22h30

Os Terraza são um dueto musical português composto por dois actores que escrevem e compõem as suas músicas, em português. Exploram as possibilidades da música no
universo intimista e performativo.

A conjugação não poderia ser melhor. A Lúcia traz as suas influências do Norte, o Mário do Centro, e encontram-se em Beja (Sul) onde ganham outra. Parece-lhes que podem dizer ter as três zonas na sua génese. E acreditam que é verdade.

No fundo, são dois actores que viram na música um encontro excepcional e que traduz o que não podem exprimir de outra forma. O peso do futuro, a mágoa da distância, o amor que existe é o que compõe os seus temas.

Assistir a um espectáculo dos Terraza é também esperar pela surpresa. Aliando à música o seu conhecimento de teatro, os dois actores propõem desta forma um espectáculo… fora do normal, com a imprevisibilidade de uma possível performance teatral.

Contam com mais 80 concertos em todo o país, com músicas a passar na Antena1 e com a edição do primeiro EP TRZ 122, que dá o mote de apresentação do duo, gravado e masterizado nos estúdios da PontoZurca.

"Embala-me"

"Embala-me" é uma das músicas que podem encontrar no nosso EP "TRZ 122" 🙂

Publicado por Terraza em Quarta-feira, 26 de Agosto de 2015

Trêsporcento

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 23h

A banda de rock Lisboeta Trêsporcento lançou em Abril de 2017 TERRITÓRIO DESCONHECIDO, o seu terceiro longa-duração de originais, seguindo-se a «Hora Extraordinária» (2011) e «Quadro» (2012), discos de onde saíram os temas «Elefantes Azuis», «Veludo» e «Cascatas», tendo estes sucedido ao EP de estreia «Trêsporcento» (2009). O disco foi produzido por Flak (Rádio Macau, Micro Audio Waves) e teve como principais singles «O Sonho» (várias semanas à frente do ranking de temas mais votados pelos ouvintes da Antena 3) e «Tempos Modernos».

A actividade de estúdio dos Trêsporcento não esteve parada durante este hiato de mais de quatro anos sem um álbum de originais: em 2014 a banda editou «Lotação 136», um álbum gravado ao vivo no Teatro Aberto, em Lisboa, e em 2015 lançou dois singles, «Homem Novo» e «Aguentem-se os Fracos», gravados entre Lisboa e Sidney. A edição deste dois singles serviu como balão de ensaio de um novo processo de composição e gravação da banda, que veio a dar origem a TERRITÓRIO DESCONHECIDO.

Gravado entre Junho de 2016 e Janeiro de 2017, o álbum marca também a primeira colaboração entre a banda e Flak, que, para além de produzir, gravou o disco no Estúdio do Olival. O processo de gravação bastante mais espaçado no tempo que o habitual nos Trêsporcento permitiu uma relação de cumplicidade entre a banda e Flak, que se envolveu de uma maneira decisiva no processo criativo do disco. Para além do trabalho de produção, Flak é também responsável por muitos dos arranjos em vários temas.

Joana Barra Vaz

Band :
Title : 16 de Setembro
Label : ,
Catalog ref. : 21h30

“Mergulho em Loba” existe num universo entre o folk e a electrónica. Composto entre 2012 e 2013, o disco é uma viagem sonora com canções que se sobressaltam sem paragens, em suites, convidando o ouvinte a fazer esse percurso e a sentir a urgência de chegar ao fim com uma resposta na ponta da língua ou no embalo da dança.

Joana Barra Vaz divide o tempo entre a realização e a música e, desde o lançamento do EP “Passeio Pelo Trilho” em 2012, apresentou-se ao vivo como “flume” em várias salas do país, inclusivamente o Teatro São Luiz, a convite de Sérgio Godinho. O primeiro longa duração editado pela bi-du-á (que fundou com Pedro dos Reis) em Setembro foi mostrado ao público no Teatro do Bairro, no festival Vodafone Mexefest, entre outros. “Mergulho em Loba” tem sido bem acolhido pela imprensa especializada, figurando no topo de várias listas de melhores discos do ano.

Gravado nos Estúdios IÁ por Bernardo Barata, em Alvito com o co-produtor Luís Nunes, na Sociedade Musical União Paredense e nas várias casas de Joana Barra Vaz, “Mergulho em Loba” conta com a participação dos músicos Ricardo Jacinto, David Pires, David Santos, João Gil, Ana Nagy, Mário Amândio, Gabriel Correia e ainda Selma Uamusse como voz convidada no tema “Tanto Faz”.