JP Simões

Band : ,
Title : 27 JULHO
Label : ,
Catalog ref. : 22h

De presença marcada no dia 27 de julho, no Picadeiro Real, JP Simões é um homem de muitas vidas. Cantor, compositor e escritor exímio, passou pelos projetos Pop Dell’Arte, Belle Chase Hotel e Quinteto Tati. A solo estreou-se em 2006 com “1970”, álbum apanhado algures entre o Brasil e Portugal.

O final de 2016 viu-o a inventar-se mais uma vez sob o pseudónimo Bloom, com o lançamento de “Tremble Like a Flower”.  Seguiu-se o Festival da Canção, já este ano, onde apresentou o seu novo tema, “Alvoroço”, “Um pequeno milagre de bolso em menos de 3 minutos” como lhe chamou Rui Catalão, e o regresso à estrada, numa tournée de norte a sul em que JP Simões trará as suas mais de sete vidas à sétima edição do Belém Art Fest.

Momo

Band : ,
Title : 28 JULHO
Label : ,
Catalog ref. : 22h:20

Momo, alcunha musical de Marcelo Frota, atua dia 28 de julho no Picadeiro Real.  O cantor e compositor traz consigo o mais recente disco “Voá” produzido juntamente com Marcelo Camelo.  Este quinto trabalho inclui colaborações com Rita Redshoes e com o compositor brasileiro Wado. Os antecedentes álbuns “A Estética do Rabisco” (2006), “Buscador” (2008), “Serenade of a Sailor” (2011) e “Cadafalso” (2013) mereceram o aplauso da imprensa internacional e o reconhecimento do prestigiado jornal O Globo. O artista integra a coletânea “A Tribute to Caetano Veloso” com a música “Alguém Cantando”, ao lado de nomes como Rodrigo Amarante, Beck, Ana Moura e Marcelo Camelo, entre outros. Juntamente com Wado e Cícero, Momo gravou em Lisboa em 2013 o trabalho “O Clube” que celebrou o encontro dos três brasileiros com os artistas portugueses Fred Ferreira (Banda do Mar, Orelha Negra), Diego Armés (Feromona, Chibazqui), Bernardo Barata (Diabo na Cruz) e Alexandre Bernardo (Laia). Marcelo Camelo elogia Momo como “um ouro da nossa geração”, com sua voz de veludo e seu violão de marinheiro”, “Um canto tão particular quanto profundo, mas num registro de beleza universal”.

Tomara

Band : ,
Title : 28 JULHO
Label : ,
Catalog ref. : 20:40

Filipe Monteiro, de nome artístico Tomara, atua dia 28 no Picadeiro Real. Depois de passar por algumas bandas de garagem, experiência rica e frutuosa no seu percurso inicial, Tomara é um passo em frente. Trata-se da primeira obra em nome próprio, uma nova aventura sob um alter-ego. “Favourite Ghost” foi editado em Setembro de 2017 e inclui os temas “Coffee and Toast” e “For No Reason”. Filipe Monteiro consegue, de forma singular, focar o ouvinte para uma espécie de dimensão supra-emocional.

João Berhan

Band : ,
Title : 27 JULHO
Label : ,
Catalog ref. : 20:30

O Picadeiro Real no antigo Museu dos Coches, recebe no primeiro dia do festival, João Berhan. Berhan é basco, ou etíope, ou persa. João é de Lisboa. Em 2010, deixou de entulhar tribunais com insolvências e virou-se para as canções. Gravou em casa um inopinado e incógnito disco de estreia (Toda a Gente a Fugir para a Frente, 2012) e cantou-o pelo país. Para chegar a 2018, serviu à mesa, praticou apneia nas profundezas disruptivas do corporate marketing impactante, escreveu canções sobre isso (esta parte é mentira) e fez um filho. Tudo por gosto. O resultado deste trajeto rigorosamente sinuoso é o seu segundo longa-duração (o da consagração, segundo os teóricos), composto com doce indolência e gravado por pura gentileza – com Diogo Picão e Ricardo Ribeiro nos sopros, Baltazar Molina e Miguel Gelpi nos ritmos, Teresa Campos nas vozes. Canções raras. Com coisas para dizer, para orelhas que as queiram ouvir.